Skip to content

Conheça a importância da tecnologia na gestão da propriedade rural familiar

No Brasil, a agricultura familiar representa um importante segmento para seu desenvolvimento agrário. Hoje existem, aproximadamente, 4,4 milhões de famílias agricultoras, número que representa 84% dos estabelecimentos rurais brasileiros.

Aproximadamente 38% do valor bruto da produção agropecuária vem da agricultura familiar, com o setor respondendo por sete em cada dez postos de trabalho no campo. Além disso, a agricultura familiar é responsável pela produção de mais de 50% dos alimentos da cesta básica brasileira, sendo, por isso, fundamental para o controle da inflação.

No entanto, costumamos associar a agricultura familiar a uma forma de produção rudimentar, com uma gestão quase inexistente e pouca ou nenhuma tecnologia agregada, mas as coisas estão mudando!

No atual contexto do agronegócio, para conseguir se manter competitivo, o pequeno proprietário rural está priorizando ter avanços quanto à gestão da propriedade rural familiar. Para isso, vem se especializando e se moldando às novas exigências impostas pelo mercado – e a tecnologia vem sendo fundamental para este processo.

Mas como ter um significativo avanço da gestão da propriedade rural familiar com a participação de maior aporte tecnológico?

O problema da gestão da propriedade rural familiar ineficiente

Uma das peculiaridades da propriedade rural familiar é a grande dificuldade em realizar o planejamento das suas atividades ao longo do ciclo produtivo.

Em médias e grandes empresas, as despesas, receitas, investimentos e demais ações de importância econômica são revertidas para a mantença e crescimento do próprio negócio. Porém, na agricultura familiar, toda a renda gerada (ou grande parte dela) é destinada para o orçamento doméstico, e, por muitas vezes, não há perspectivas de crescimento.

Dessa forma, para tentar crescer, o proprietário rural busca duas saídas.

  1. Fazer empréstimos ou buscar financiamentos com altos juros, e invariavelmente, se endividar, ou
  2. Vender ativos imobilizados objetivando a garantia de liquidez da atividade.

Além dessas, há uma terceira saída para essa situação: priorizar e aperfeiçoar a gestão da propriedade rural familiar. Mas por que isso é tão importante? Veremos a seguir.

A importância da gestão da propriedade rural familiar 

A terceira solução que os empreendedores rurais familiares acabam não buscando se relaciona ao processo de gestão eficiente. Muitos acreditam que a gestão não é para eles, devido a diversos empecilhos.

No entanto, a gestão em todas as suas vertentes, não pode ser julgada como inalcançável, ela deve ser entendida como uma verdadeira aliada do produtor familiar.

É por meio dela que o planejamento financeiro ganha força, permitindo a elaboração de um fluxo de caixa que auxilie a família quanto às suas necessidades financeiras.

Também é fundamental que o proprietário rural realize um planejamento de médio/longo prazo para o seu negócio, pensando na sua atividade daqui certo período. 

Esse planejamento deve incorporar a definição de seus objetivos futuros, cronograma, resultados produtivos esperados, recursos e orçamentos para investimentos.

Todavia, mesmo aqueles que sabem a importância da gestão da propriedade rural familiar acabam sentindo dificuldade de fazer o levantamento de dados e calcular as variáveis de interesse para o seu negócio. Além disso, acreditam que a é associada a altos custos.

A boa notícia é que a solução para esta dificuldade pode ser simples e barata, e está cada vez mais acessível: a tecnologia!

O papel da tecnologia na gestão da propriedade familiar

Gerir qualquer empresa implica em planejamento, organização, acompanhamento de custos e conhecimento da atividade desenvolvida e de mercado.

Porém, algumas propriedades rurais, que se propunham a ter processos simples de gestão, a faziam de forma empírica e usavam planilhas de papel para suas anotações. A gestão empírica impedia que a inovação se fizesse presente, e as planilhas de papel, por muitas vezes, se perdiam, comprometendo todo o controle.

Com o advento da tecnologia, a forma com que a gestão financeira era feita no passado mudou, e, com ela, diversos benefícios podem incentivar o produtor familiar a adotar a tecnologia.

As ferramentas de gestão realizam análises praticamente instantâneas, e, por isso, já estão auxiliando produtores familiares a otimizarem a gestão financeira de suas propriedades.

Além desta questão, a tecnologia, como método auxiliador na gestão da propriedade rural familiar, proporciona diversos outros benefícios:

  • Avanços significativos dos retornos financeiros;
  • Possibilidade de análises completas em todas as etapas, auxiliando nas tomadas de decisão;
  • Maior agilidade na coleta e armazenamento de dados;
  • Auxílio na gestão de estoques e insumos;
  • Auxílio em todos os controles inerentes à atividade;

Devido a esses, e muitos outros benefícios, a tecnologia é um avanço sem volta, e vem para auxiliar o produtor familiar a atingir o tão desejado sucesso de sua atividade.

Se você precisa de uma solução para realizar a gestão da propriedade rural familiar, conheça o BovControl e os benefícios que pode proporcionar ao seu negócio e até o próximo post.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *